[AVN] Thieves in the way!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Khali em Sab Dez 27, 2014 7:58 pm

thieves in the way




O cavalo trotava com a maior lentidão possível e por mais que a bahaliana tentasse apressá-lo, de nada adiantava, ele continuava em sua calma, ignorando até mesmo um ser tão assustador e estranho como ela. Chifres e um rabo com a ponta em formato de flecha, nada mais comum, não é?

Não era atoa que o aluguel do cavalo tivesse custado tão baixo, mas como mercadora, ela sabia exatamente as consequências de um preço tão abaixo do normal. Infelizmente, não tinha condições para alugar ou até mesmo comprar um alazão, então deveria satisfazer-se com aquele burro de quatro patas.

- Se eu estivesse andando, seria mais rápida que você! – Reclamou e logo percebeu que estava tentando conversar com o animal, o que lhe trazia maior frustração. – Idiota!

Talvez cavalos tivessem sentimentos, pois imediatamente o mesmo freou e por mais que Khali tentasse fazê-lo continuar a andar, este se recusava. Foram inúmeras tentativas em vão, desde tentar empurrá-lo por trás, puxá-lo pelas rédeas para frente e até tentar atraí-lo com um galho como se fosse cachorro. O animal fitava-a com um tom que a bahaliana imaginava ser irônico e parecia que achava graça das tentativas inúteis dela.

- Desisto! – Murmurou, o estresse presente em cada sílaba proferida. Sentou à frente do animal e agarrou a encomenda em forma retangular, colocando-a no colo.

Os olhos fitavam o cavalo desafiadoramente, como se esperasse que ele ao menos movesse uma pata. A raiva fervilhava em seu sangue e a expressão era claramente de emburrada. Desejava ameaçar o animal com a espada que estava presa a bainha, mas sabia muito bem que de nada adiantaria.

- Algum problema, senhorita? – Perguntou uma voz masculina que vinha por detrás de si, imediatamente levantou-se e segurando a encomenda com um braço a fim de protege-la, colocou a mão esquerda no cabo da espada.

- Não, nenhum. – Disse, sorrindo de um jeito completamente forçado, enquanto virava o corpo e fitava o sujeito a sua frente.

Era um humano, vestia couro marrom por todo o corpo e obtinha um machado, o qual segurava com a mão esquerda de um jeito completamente ameaçador. O sorriso era uma mescla de malícia e satisfação e os músculos grandes do braço demonstravam que tinha uma força muito grande. Recuou um passo e imediatamente desembainhou a própria arma, fitando-o alarmada.

- Quer ajuda com esse embrulho, queridinha? – Outra voz e um homem apareceu atrás do primeiro, o tom de voz era quase galante.

O rosto deste era coberto por cicatrizes, mas ainda assim era mais magro que o outro e segurava apenas uma lança simples, este, por sua vez, vestia uma armadura muito simples, talvez não aguentasse um peso maior. O sorriso em seu rosto era galante, mas com um tom claro de provocação.

Eram ladinos, chegou à conclusão e obviamente, queriam seu pacote. Não, não podia deixar que conseguissem, era uma encomenda importante para a filha de Tempos que a esperava em Marsember.  

Escutou um relinchar desesperado e logo o cavalo corria na direção contrária, voltando para o seu vilarejo. “Além de devagar, é covarde. Nenhuma surpresa...” – Pensou, enquanto praguejava baixo. Continuou a recuar passos, a lâmina da própria espada virada na direção dos ladrões, como se os ameaçasse. Estes, por sua vez, divertiam-se com a situação, aproximando cada vez mais, com sorrisos largos nos rostos.

item:
- Espada [Prata // Dano: 58 // Peso: 2.0kg // Estado: Perfeito]
- Adaga [Aço // Dano: 07 // Peso: 0.2kg // Estado: Perfeito]


Notes: Khali ♦ Tagged: thieves ♦ Place: nowhere ♦ Wearing: -x-

♦ The White Swan ♦ @CG
avatar
Khali



Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Caspiel Wolfstein em Ter Dez 30, 2014 5:27 am



let's kill some thieves



Após muito e muito tempo de trabalho e confusões com a entrega de seus produtos, Caspiel finalmente parecia estar voltando para Cormyr, onde por hora se instalava. O local era caótico, sempre cheio de gente dos mais diversos tipos e índoles, mas o mercado era o mais próspero da região ao que parecia, mas talvez fosse apenas a estação do ano. Deu de ombros, realmente o motivo do mercado de Cormyr estar tão movimentado ultimamente era de pouquíssima, se não nenhuma, importância. Desde que lhe gerasse o dinheiro necessário de forma justa, seria o suficiente.

Caminhava a pé, a ideia de alugar um cavalo estava fora de questão, pelo menos por enquanto, e pegar carona com aquelas carruagens que aceitavam qualquer um por um troco era outro detalhe que não estava em seus planos. Poderia parecer frescura, mas era uma forma de auto-proteção. Caspiel não era daquela região de Faerûn, e de fato, era a primeira vez que a visitava. Vindo do extremo Norte do continente, era para ele ainda muito estranho ter tantas pessoas interessadas em levar vantagem diante das mais adversas situações, e aquilo o incomodava. Não levava muito consigo àquele dia em especial, apenas a espada presa as costas e um saco com as moedas de prata que havia ganho pelas armaduras forjadas para alguém.

Fora totalmente surpreendido quando, do nada, um cavalo esquisito, e bem ruinzinho por assim dizer, passou em disparada na direção contrária da que seguia. Ao que dava a entender, algo assustara o animal, e pela aparência, era obvio que havia alguém montando ele antes de fugir, ou o cavalo simplesmente gostava de caminhar por aí pronto para ser montado. Estreitou os olhos, cogitando as possibilidades. Aparentemente, não havia sangue no cavalo, mesmo que tivesse o visto muito rápido, afinal, carecia de um rastro no chão. Mesmo que pouco, naquela velocidade, se houvesse sangue de fato, respingaria em algum lugar enquanto corria, o que significava que seu cavaleiro não havia sido atacado de surpresa por algum animal, mas poderia ter sido encurralado por um lobo ou urso, e o cavalo correu com medo. Ótimo cavalo.

Seguiu em passos lentos e comedidos, tentando a todo custo não chamar atenção do que quer que estivesse acontecendo ali na frente, e se aproximou o suficiente para ouvir quando uma voz masculina perguntava a alguém, aparentemente uma mulher pelo modo com que citou, se precisava de ajuda com algum embrulho. Pelo silêncio que se seguiu, além do barulho do desembainhar de armas, alguém estava tentando roubar alguém, o que já bastava por si só para que ele interferisse. Posicionou-se lateralmente da ação que desenrolava, analisando um pouco de longe e encoberto pela sombra de uma árvore. Uma mulher se afastava, uma arma em uma das mãos e um embrulho sendo protegido pelo outro braço, enquanto dois homens com armas pesadas aproximavam-se dela. Um breve sorriso nasceu no canto dos lábios de Caspiel, não havia nada que o dava mais alegria do que bater em ladrões. Talvez álcool, mulheres, comida e... Enfim, a questão é que ele realmente gostava disso.

A mão direita subiu até atrás do ombro, os dedos fechando-se lentamente ao redor da empunhadura envolta em couro. Puxou a própria espada lentamente, envolvendo-a logo com ambas as mãos, mesmo que não fosse de fato necessário usar as duas para a empunhar. Aguardou por um momento, até que os homens dessem um indício mínimo de seu plano de ação, o que não demorou para ocorrer. A mulher parecia saber o que fazer, apesar de recuar diante deles, mas comparado a força que o cara do machado parecia ter, ela não duraria muito tempo. Então seria ele o seu alvo, o mais forte, o que agira primeiro. O ladino levantou a arma, enquanto o outro preparava sua lança, ganhava vantagem no tamanho da arma, mas se ela fosse ágil, provavelmente o deteria.

Viu o machado subir ao ar para tomar impulso e então avançou com a espada em mãos a tempo de interromper o golpe da arma com a lâmina da sua própria. A expressão surpresa na face do homem foi o suficiente para lhe induzir a agir antes que tivessem tempo de processar o que estava acontecendo. Levantou a perna, acertando o peito do homem do machado com a sola do pé, empurrando-o contra o outro para que ambos se afastassem por um momento. Aproveitou para recuar um pouco, ficando mais próximo da mulher ao seu lado, percebendo finalmente o par de chifres que ela carregava na cabeça e sorrindo de forma irônica antes de começar a falar.

- É, até que é sexy... Se não conseguir lidar com pelo menos um deles, acho melhor correr igual o cavalo.

WITH: Khali WHERE: Cormyr DOING:   POST: 001

@Lilah
avatar
Caspiel Wolfstein


Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
90/90  (90/90)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Khali em Ter Dez 30, 2014 5:55 am

thieves in the way



Khali não sentia medo, apesar da emoção ser a mais apropriada para a situação que presenciava. Não só presenciava, como era o sujeito principal da mesma. A vítima. Fez uma careta de desgosto ao pensar que assemelhava-se a uma donzela inofensiva a ser resgatava, mas obviamente isso não tinha qualquer chance de acontecer. A estrada estava deserta naquela tarde, praticamente, então a chance de existir algum sujeito a ajuda-la era mínima, além do fato que o orgulho não permitia-a nem cogitar na necessidade disso.

Os ladinos aproximavam-se mais rápido do que imaginava, para brutamontes que gostavam de ameaçar, a lábia seria a primeira arma. Estava enganada, pois não demorou para que o maior cruzasse os poucos centímetros entre ambos e temeu por sua morte naquele momento, jogando o embrulho para trás. Antes mesmo que pudesse erguer a própria espada para tentar amparar o golpe, viu um vulto passar diante de si e uma lâmina suportar o golpe, antes que atingisse a bahaliana. O som foi de um estridente chocar de metais e logo depois, um grunhir típico do primeiro ladino. Não houve tempo para reação, pois logo o pé do estranho atingia-lhe o peito, empurrando-o para trás e causando efeito dominó de um sobre o outro, uma ótima distração.

Olhou rapidamente para o seu herói, embora nunca fosse admitir aquilo e constatou que era um humano, devido a falta de características básicas das outras raças que poderia avaliar com apenas um olhar dos pés ás cabeças. Afastou imediatamente de perto do mesmo e segurou com firmeza a lâmina. Humanos, blergh., pensou, enquanto fazia uma careta de desagrado. Por um momento, ficou confusa de quem era seu verdadeiro inimigo, mas decidiu por tratar primeiramente dos ladinos e depois daquele sujeitinho que bancava o salvador de boa índole, o que sabia que não era.

- Não olhe para mim como comida, humano. – Respondeu com um tom frio digno da personalidade da própria Khali. O sentido do “comida” ali, era mais do desejo da carne, do contato físico, nada relacionado ao alimentar, por assim dizer. – Pode não parecer, mas sei muito bem o que estou fazendo. – Resmungou, mais irritada do que momentos antes.

Não demorou para que ambos os ladinos ajeitassem para a batalha, após serem pegos de surpresa. Um sorriso selvagem cruzou os lábios da cria de um tiefling com uma humana, tão típico da raça paterna. Os olhos faiscaram em um escarlate, sedentos por uma vitória sobre a carne fraca. Ambos os humanos nojentos aproximaram-se, o mais musculoso em sua direção e o magrelo na do herói desgostoso ao seu lado. Deixou que aproximassem, a lâmina da espada virada ao chão e quanto estavam próximos para o golpe, girou o corpo para trás, passando pelas costas do seu aliado – insira uma careta de desgosto aqui –, e tomando o lugar que antes deveria ser dele, logo à frente do homem de lança que pretendia atacar o garoto. Sorriu em puro divertimento, enquanto desferia um corte lateral na direção do peito dele, segurando com ambas as mãos o punho da espada. Ele desviou, arqueando o corpo para trás, abrindo assim a guarda para que Khali virasse o punho e atacasse horizontalmente na direção do abdome dele. A lâmina atingiu seu tronco, causando um corte profundo e no mesmo momento, ele recuou com um grunhido de dor.

A bahaliana piscou de modo sexy e provocador, enquanto afastava um passo e girava o corpo para direita. Foi nesse momento que sentiu uma dor um tanto quanto forte na parte de trás das coxas. Ele deveria ter aproveitado a guarda baixa para atingi-la ali. Fraquejou por alguns poucos minutos, rosnando de dor e a cauda da bahaliana imediatamente envolveu o pulso o qual ele não segurava a arma, puxando-o para frente e forçando um desiquilíbrio, terminou de girar e atingiu-o com o cotovelo próximo a orelha, fazendo-o cambalear para o lado contrário à ela. Rapidamente, o mesmo recuperou-se e tentou golpeá-la com a ponta da lâmina, mas esta desviou para a esquerda e começaram a finalmente dançar. Ele tentava atingi-la, mas ela virava o corpo ou desviava, de modo a não ser atingida. Os movimentos aos poucos ficavam mais lentos, devido a dor do ferimento, então logo deveria ataca-lo, só precisava achar o momento certo, na qual a guarda dele estaria baixa novamente.

item:
- Espada [Prata // Dano: 58 // Peso: 2.0kg // Estado: Perfeito]
- Adaga [Aço // Dano: 07 // Peso: 0.2kg // Estado: Perfeito]


Notes: Khali ♦ Tagged: thieves ♦ Place: nowhere ♦ Wearing: -x-

♦ The White Swan ♦ @CG

avatar
Khali



Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Caspiel Wolfstein em Ter Dez 30, 2014 4:22 pm



let's kill some thieves



Um sorriso satisfeito ficava claro no rosto de Caspiel ao ouvir as palavras da Bahaliana ao seu lado. Ao que parecia, ela tinha a língua tão afiada quanto a arma que segurava, e dizia ser capaz de lidar com eles sozinha. Estava pronto para fazer uma constatação sobre ela ter se encolhido ao ver o machado se aproximando, mas ficou quieto, nem sempre é bom provocar alguém que está ao seu lado em um combate, não pretendia ter ela como inimiga, afinal, seu objetivo era a ajudar. Percebeu que logo os dois voltavam a se posicionar para o combate, aproximando-se, e ao contrário do que pretendia, o homem do machado mirava a mulher ao seu lado, o que poderia ser um problema.

Apesar da situação, em que sua aliada não o via como um aliado, o rapaz ainda pensava em um combate em duplas, e estava pronto para tentar liderar as ações para evitar qualquer possível infortúnio, mas ela era ágil, e pensava praticamente junto com ele. Pelo canto do olho viu enquanto o corpo da mulher girava e desaparecia de sua visão, pode sentir o rabo pontudo roçando pelas suas pernas enquanto ela mudava de lado, e logo deu um passo na direção contrária que ela ia para abrir espaço. Com o movimento inteligente da mesma, estavam agora de frente para o oponente certo, e o homem do machado era agora seu adversário. Surgir do nada atacando já não era uma opção, agora estavam em um duelo mano a mano, o que tornava as coisas um pouco mais difíceis, e interessantes.

Aguardou que ele tomasse a iniciativa, o homem era forte, bastava olhar para ele que isso ficava bem claro, mas força não vence sozinha, ou pelo menos, nem sempre vence sozinha. Ao ver o machado vindo de cima para baixo em sua direção, Caspiel moveu-se para o lado, e dessa vez ao invés de aparar o golpe recebido, atacou de volta como se demonstrasse que apesar do corpo menor, não iria ficar para trás. Era como uma disputa boba de força entre duas crianças teimosas, e ficou claro quando as lâminas se cruzaram em um estrondo metálico nada agradável, e finalmente descobriu que ele realmente era forte. As mãos se fechavam com força no punho da espada e pode sentir o impacto das armas nos braços, tendo de usar toda sua concentração para não ser empurrado para trás com os braços tremendo devido ao golpe, mas manteve-se firme como uma rocha, as armas imóveis no ar, os dois claramente exercendo uma força absurda naquilo.

Porém, como já disse um pouco antes, força bruta não era tudo, ou pelo menos, nem sempre era tudo. Caspiel podia ser forte, mas seu corpo era bem trabalhado, nada exagerado e com braços enormes como o outro, era ágil e habilidoso, e sabia que músculos demais traziam problemas. Um novo sorriso nasceu no rosto do mesmo ao ver o machado recuar pronto para outro golpe, era o momento que esperava. Puxou a lâmina da própria espada para trás, como se buscasse impulso para retribuir o novo ataque, mas dessa vez, não revidou da mesma forma. Girou o corpo em sentido horário enquanto dobrava os joelhos, levando a arma junto em seu movimento. Quando o machado passou onde antes estava encontrou apenas um espaço vazio, já encontrava-se abaixado na frente do oponente lhe abrindo um corte no abdome de uma ponta a outra, para seu azar não foi nada de muito grave devido a proteção que o mesmo usava, mas já era um avanço.

O ladino pareceu surpreso ao ver que por pouco não teve a barriga aberta, e mal teve tempo de raciocinar para revidar, um dos pontos fortes de Caspiel era a capacidade de reagir antes que seu inimigo tivesse a possibilidade de entender o que estava acontecendo, e contra homens fortes como aquele, que garantiam sua vitória baseada em força bruta, acabava destacando-se ainda mais por esse detalhe. A lâmina da espada subiu contra o braço esquerdo do mesmo, abrindo um belo buraco no músculo do bíceps e por pouco não o decepando, aquilo o forçaria a usar o machado com apenas uma das mãos, o que daria menos força aos golpes. Finalmente recuou, não por vontade própria, é claro, mas o brutamontes pareceu já estar estressado daqueles cortes todos e o acertou no queixo com uma bela joelhada, fazendo-o rolar para trás.

Pôs-se de pé, avaliando a si mesmo enquanto o homem tentava se recompor de quase ter perdido um dos braços. Podia sentir uma queimação incômoda na parte posterior do ombro direito, o que significava que o plano de abaixar para o golpear não fora assim tão perfeito, provavelmente o machado tinha lhe cortado, mesmo que pouco, naquela região, mas a adrenalina o impedira de esboçar qualquer reação quanto aquilo. Além disso, era possível sentir o sangue quente lhe escorrer pelo canto dos lábios, um sinal claro que que havia machucado a gengiva ou algum outro canto da boca ao tomar a joelhada no queixo, mas agradecia por estar conseguindo ficar de pé, um corte a mais na boca não seria de fato importante. Pelo canto da visão podia perceber a Bahaliana girando como uma bailarina enquanto golpeava o homem da lança, tinha algo de extremamente belo e atraente na forma com que ela se movia, além é claro, do próprio corpo da mesma. Mas não tinha exatamente muito tempo para a admirar, pelo menos não ainda. Ainda tinha que derrubar seu oponente.

WITH: Khali WHERE: Cormyr DOING:   POST: 002

@Lilah
avatar
Caspiel Wolfstein


Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
90/90  (90/90)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Khali em Qua Dez 31, 2014 10:53 pm

thieves in the way




Tem vez que você entra em uma competição de dança esperando o melhor, mas no último momento, quando você pensa que acabou e não há mais o que errar, você cai de cara no chão. É exatamente nesse momento, que você descobre que não é tão boa assim e principalmente, que deveria ter se esforçado mais. A situação em que Khali encontrava-se era em demasia semelhante à descrita.

A bahaliana dançava diante a insistência do ladino em acertá-la e matá-la, para enfim roubá-la. Um combo um tanto generoso para si mesmo. Ela pensava que conseguiria desviar de todos os golpes, apenas com passos para o lado, trás ou abaixando-se, o que não era verdade. Sua agilidade e velocidade não era ainda nesse nível, então durante sua dança, conseguira variados cortes e podia sentir gotas de sangue deslizando por sua pele.

Praguejou, ciente de que não dera certo sua ideia e recuou alguns passos, desviando por pouco da lança que tentava atingir-lhe o abdome. Os olhos eram perceptíveis o suficiente para notar que o cabo era de madeira e o ponto da fraqueza, de acordo com a carpintaria, era sempre entre a junção entre os dois tipos de madeira, logo no meio. Com seus conhecimentos de medida e de fraquezas sobre os materiais, podia quebrar a arma dele.  [vide habilidades de armeiros/ferreiros]

Recuou mais dois passos e preparou-se para o golpe que viria com um sorriso provocativo, torcia mentalmente para que desse certo o movimento e aguardou. Quando viu a lança cortar o ar em direção ao seu peito, recuou um passo e girou o corpo para direita, ficando ao lado do cabo da arma. Segurou a espada com ambas as mãos e com um trajeto diagonal, de baixo para cima, atingiu a madeira. Comemorou em seu âmago a inteligência da estratégia e já contava vitória ao ver metade da lança caída ao chão, voltando o corpo de frente ao ladino. Seu erro foi ter baixado a guarda, ao invés de ter apontado a lâmina para ele, tinha deixado-a virado para baixo.

Sentiu o gosto de sangue e as gotas deslizando por seus lábios, após ter o punho dele socado a lateral de seu rosto, rumo à mandíbula. A dor espalhava-se por toda aquela região, mas não deixou que tomasse a melhor. Com um rugido vindo do peito, levantou o rosto em direção ao ladino safado e nojento e girou o punho da arma, desferindo-lhe um golpe nas costelas. Sem defesas, ele estava como um alvo por demais fácil. Girou novamente o punho e atingiu-o do outro lado, também nas costelas. Por fim e com toda a sua força, afundou a lâmina no peito dele e puxou-a, recuando um passo. Tudo passara rápido demais, como um borrão para a bahaliana, que agora fitava o resultado, sem qualquer emoção transparente. O corpo ensanguentado estava sobre seus pés, um cadáver humano e nojento.

“Teve o que merecia” – Pensou, enquanto pisava forte em direção a mercadoria. Não deu qualquer atenção ao humano e sua batalha com o brutamontes, pois realmente não lhe importava.

Com o embrulho na mão esquerda e a espada na direita, encaminhou-se para a floresta, ignorando os sons da batalha. Talvez fosse mal agradecida e fria demais por ter feito isso, mas não confiava naquela raça e tinha a leve impressão que ele pegaria a encomenda se esperasse o fim da luta entre os dois. Quem quer que vencesse, tentaria roubá-la.

- Humanos! – Praguejou, o tom irritado. – Criaturinhas nojentas e idiotas! – Conversava sozinha enquanto adentrava em meio às árvores.

item:
- Espada [Prata // Dano: 58 // Peso: 2.0kg // Estado: Perfeito]
- Adaga [Aço // Dano: 07 // Peso: 0.2kg // Estado: Perfeito]


Notes: Khali ♦ Tagged: thieves ♦ Place: nowhere ♦ Wearing: -x-

♦ The White Swan ♦ @CG
avatar
Khali



Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Caspiel Wolfstein em Sab Jan 03, 2015 2:59 am



let's kill some thieves



Ouviu um som estalado estranho vir do embate ao lado e pode perceber claramente que algo tinha quebrado. Os olhos se desviaram por um momento para constatar de que era a lança do ladino, e por pouco, ao voltar a encarar seu inimigo, não teve a cabeça decepada. Uma distração e o machado já zunia na frente de seu rosto como um raio, arrancando-lhe um suspiro de espanto diante do golpe que recebera.

Para sua sorte, havia lhe ferido o braço feio o suficiente para que não fosse usado durante um bom período de tempo, e aquilo tirava grande parte do ímpeto do inimigo. Com menos força, e sempre mais lerdo, o ladino havia se tornado um alvo fácil, apesar de não poder ser subestimado. A verdadeira vantagem de Caspiel era a cabeça, e a inteligência já havia lhe dado uma forma de ganhar aquele combate sem mais sangue escorrendo por seu corpo. Por mais uma vez aguardou, a espada bem posta entre as duas mãos, a lâmina longa manchada de vermelho.

Foi um único instante até que novamente fosse atacado. Girou o corpo novamente, golpeando o machado no sentido contrário, de baixo para cima, atingindo a parte inferior da lâmina e tirando o corpo da frente. Com a força de seu golpe e o impulso que o braço do inimigo já gerava para atacar, a arma voou das mãos do homem até se fincar em um tronco de árvore próximo. Sorriu satisfeito, percebendo pelo canto da visão que um vulto se afastava ao longe.

A Bahaliana parecia ter eliminado o perigo que enfrentava e agora simplesmente ia embora sem lhe dirigir um mínimo agradecimento. Apesar da circunstância, pode-se dizer que a expressão do rapaz era satisfeita, como se silenciosamente aceitasse o desafio que ela nem sequer propunha a ele naquele momento. Mas antes, tinha algo a fazer.

Novamente, empenhava-se em sua capacidade de reação. Viu o ladino tentar lhe socar, desviando com certa facilidade enquanto o homem corria em direção do machado. Um alvo fácil, quase indefeso, uma presa ridícula que de nada lhe agradava naquela situação. Girou a espada em apenas uma das mãos, demonstrando ter força o suficiente para carregar uma espada longa, algo que talvez não demonstrasse a primeira vista, e então simplesmente a arremessou girando contra o alvo, transpassando-o de ponta a ponta no meio das costas em um golpe fatal.

Retirou a espada e conferiu a morte dos dois ladinos, arrastando os corpos para baixo de uma árvore antes de correr atrás de onde quer que a Bahaliana tivesse ido. Em passos ágeis, já com a espada bem guardada atrás do corpo em sua bainha, não demorou até que avistasse a mulher se afastando em pisadas fortes e praguejando ao vento. Aproximou-se o mais silenciosamente que conseguia, deixando-se notar por suas palavras.

- Não sei se agradeço ou se me ofendo com palavras tão sutis... - Sorria para ela, apesar do sangue estampar seus dentes e boca devido ao ferimento - Por algum motivo que desconheço parece ser contra minha simples existência, mas faço questão de acompanhá-la até o seu destino para garantir sua segurança... - Aguardava qualquer indício de negação da Bahaliana para então continuar, atropelando suas palavras e impedindo-a de completar qualquer frase que saísse de seus lábios.

- Sou Caspiel Wolfstein, é uma honra a conhecer... - Curvou brevemente o corpo antes de continuar - Quanto ao comentário mais cedo sobre os chifres, nunca havia visto uma de sua raça de perto, de onde venho, há apenas humanos e halflings infelizmente.

Puxava assunto deliberadamente, sem parecer dar a mínima atenção ao aparente ódio que ela tinha por humanos. De qualquer forma, não parecia disposto a aceitar qualquer resposta negativa diante de sua oferta de escolta. Não se importava com o que ela carregava, para onde ou para quem, mas uma mulher tão bonita não poderia andar assim por aí, já havia se mostrado verdadeiramente perigoso, e aquilo lhe bastava de motivo para a acompanhar, mesmo que ela não quisesse.

- Vamos? Vai acabar se atrasando...

WITH: Khali WHERE: Cormyr DOING:   POST: 003

@Lilah
avatar
Caspiel Wolfstein


Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
90/90  (90/90)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Khali em Dom Jan 04, 2015 7:29 pm

thieves in the way




A bahaliana andava em passos pesados pela floresta, procurando a trilha que seguiria em direção a Marsember e murmurava consigo mesmo sobre o leve impasse que teve com a raça ruim.

Um suspiro de alívio em favor da falta de sons de batalha, sinal que já tinha afastado. Não escutou sons de passos atrás de si, então constatou que o humano não tinha percebido ou sequer importado com sua fuga. Não sabia o quanto estava errada.

Surpreendeu-se com as palavras irritantes proferidas pelo humano nojento atrás de si. Praguejava mentalmente a própria falta de atenção por não ter escutado-o aaproximar e impulsionou o corpo para frente, acelerando os passos, quase ameaçando correr e fugir dele.

Iria falar, quando fora grossamente interrompida e o sangue fervilhou em raiva mais uma vez, fazendo-a apertar com força o punho da espada. A paciência que tinha parecia descer mais rápido que areia de ampulheta mal feita.

- Não preciso de escolta, garotinho. – A última palavra fora proferido com completo desgosto, a própria língua tão afiada quanto a ponta da espada ensanguentada que segurava. – Sei me virar sozinha. – Parou abruptamente de costas à ele. Não lhe importava seu nome, sua espada ou sua existência e preferia morrer por ladinos do que ser escoltada pela raça ruim.

Quando ele adiantou-se, dizendo para seguirem em frente, apenas aguardou parada para que ele passasse na frente. Porém, quando o mesmo encontrava-se ao seu lado, enrolou a cauda em seu pulso, prendendo-o nas costas, enquanto girava o corpo. A mão esquerda segurou a ponta da lâmina da espada, que agora estava próxima ao pescoço dele. A frente do corpo pressionava as costas dele em desafio, enquanto firmava os pés sobre o solo, segurando firmemente a espada.

- Poderia matá-lo aqui mesmo... – Sussurrou próximo ao ouvido dele. – Mas não quero sujar as mãos com esse seu sangue pútrido! – Sorriu em completa selvageria, seu interior tiefling remexendo para sobressair. – E considere como um agradecimento e saia daqui. – A gentileza em meio a ameaça era leve como uma pluma, talvez para deixar mais claro as palavras.

Retirou a espada e afastou, o rabo desenrolando do pulso direito do mesmo. Recuou um passo, apenas para chutá-lo nas costas do joelho, forçando um desiquilíbrio. Pegou a encomenda que deixara cair no processo de quase ataca-lo e protegendo-a, seguiu em frente, torcendo mentalmente que ele desaparecesse.
item:
- Espada [Prata // Dano: 58 // Peso: 2.0kg // Estado: Perfeito]
- Adaga [Aço // Dano: 07 // Peso: 0.2kg // Estado: Perfeito]


Notes: Khali ♦ Tagged: thieves ♦ Place: nowhere ♦ Wearing: -x-

♦ The White Swan ♦ @CG
avatar
Khali



Ficha de Persogem
Pontos de Vida:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [AVN] Thieves in the way!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum